Início » Como plantar alho em casa: veja 8 dicas de especialista
JARDINS

Como plantar alho em casa: veja 8 dicas de especialista

Versátil, o alho é uma das hortaliças mais cultivadas no mundo para temperar e realçar o sabor dos alimentos em pratos salgados e também possui benefícios medicinais no combate a gripes e resfriados.

Confira dicas para o plantio em casa:

 

1 – Como preparar o solo

O primeiro passo é deixar a terra nutritiva para o desenvolvimento do alho. De acordo com Edson Carlos de Quadra, técnico agrícola da Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (Epagri), o indicado é usar compostos orgânicos, como a casca de ovo, que é rica em fósforo e potássio, e o substrato, material encontrado já pronto em agropecuárias.

“O importante é que o solo seja bem solto, leve e úmido na medida certa. O alho não suporta locais encharcados”, explica.

Se o plantio for realizado em canteiros, ele recomenda um terreno mais elevado para evitar o acúmulo de água e, consequentemente, prejuízos no cultivo.

2 – A escolha do alho

A maneira mais fácil é, quando ir a mercados ou feiras, optar pela cabeça que está brotando, pois ela não é mais indicada para o consumo. Outra recomendação é a escolha pela hortaliça com dentes grandes.

“Aqueles menores podem ter problemas no desenvolvimento ou nem produzir. Isso acontece porque começam a secar e não possuem mais substâncias e nutrientes para ajudar no desenvolvimento da parte aérea e também das raízes”.

Caso não encontre a cabeça de alho com os dentes brotando, uma alternativa é deixá-la em um copo com água para acelerar o processo até que as raízes e a parte aérea alcancem 5 centímetros.

3 – O plantio

Antes de colocar os dentes na terra, é preciso separá-los com cuidado. As raízes e os dentes devem ficar cobertos, mas de forma superficial, com apenas a parte verde para fora. Esse dente vai servir como nutriente para o crescimento da planta.

4 – Irrigação e iluminação

Apesar de não se adaptar a solos encharcados, o alho precisa de água para se desenvolver. A dica é colocar a mão para sentir a umidade. Se não grudar terra, a planta precisa ser irrigada. Sobre a iluminação, recomenda-se locais com luz direta do sol durante todo o dia.

5 – Quando plantar

Originário da Ásia Central, o alho teve o cultivo difundido no Mar Mediterrâneo e chegou ao Brasil na época do descobrimento, desenvolvendo-se com mais facilidade nos estados do Sul e Sudeste por causa do clima. A indicação de plantio é no início do outono, segundo o especialista da Epagri.

“Apesar de sabermos que a Bahia, por exemplo, produz uma grande quantidade de alho e é um local quente, a planta prefere as baixas temperaturas e vai crescendo durante o inverno”.

6 – Escolhas de vasos

As jardineiras de 50×10 são suficientes para o cultivo em apartamentos, por exemplo, pois ocupam pouco espaço. A distância dos dentes deve ser de 10 centímetros entre um e outro.

7 – Saiba quando colher

Em média, a colheita do alho acontece seis meses após o plantio. Uma forma de identificar se a hortaliça está pronta para o consumo é quando as folhas começam a secar. Neste momento, algumas até iniciam o processo de floração na tentativa de se reproduzirem. Colocar o dedo na terra para avaliar o tamanho da cabeça também é uma alternativa.

8 – Uso de adubo

No sistema convencional, ou seja, em grandes lavouras, é comum a utilização de agrotóxicos durante o cultivo do alho. No entanto, para o plantio caseiro, a opção não é a mais indicada e nem necessária.

Edson de Quadra orienta o uso de biofertilizante, um tipo de adubo orgânico líquido. Para prepará-lo, basta separar em um balde com água casca de frutas, verduras e ovos e, após dois dias, utilizar no momento da irrigação.

Fonte: Globorural