Início » Passo a passo: 7 dicas para prevenir a sua casa da dengue
DICAS E CUIDADOS

Passo a passo: 7 dicas para prevenir a sua casa da dengue

Perto de chegar a 2 milhões de casos de dengue registrados nos três primeiros meses do ano, o Brasil bateu o recorde histórico de contágios da doença e está em sinal de alerta. O calor e o aumento da chuva têm expandido estes números, mas ações humanas são necessárias para controlá-los. E o maior foco dessas iniciativas deve ser a sua própria casa.

A principal medida para evitar a contaminação é combater o Aedes aegypti, mosquito transmissor da dengue que deposita seus ovos em água parada. “São insetos com perímetro de voo muito curto. É por isso que grande parte das transmissões acontece dentro das nossas casas”, esclarece Cláudia Lamarca Vitral, Professora do Departamento de Microbiologia e Parasitologia da Universidade Federal Fluminense (UFF).

+ Como acabar com os pernilongos na sua casa? Confira dicas caseiras

Portanto, cuidar do próprio imóvel já aumenta bastante a segurança dos moradores. É importante, porém, que toda a vizinhança acompanhe esses esforços. “É fundamental manter uma vigília. É importante dedicar pelo menos 10 minutos por semana para verificar os pontos de água parada e evitar que o mosquito se prolifere”, defende Claudia.

Com a ajuda da professora, o Estadão Imóveis preparou um passo a passo com 7 tarefas para não deixar a água parada e prevenir a sua casa da dengue:

  1. Desentupa as calhas e lajes

Limpe regularmente as calhas, a caixa d’água e as lajes para não se tornem criadouros de mosquitos. “Se você não limpa a calha, a água não escoa”, sintetiza a professora.

  1. Faça o descarte de resíduos de forma eficiente

Não basta colocar o lixo para fora de casa e esperar a coleta. A recomendação da especialista é se atentar aos dias que o caminhão de coleta passa para que os sacos de lixo fiquem pouco tempo na rua correndo o risco de sofrer avarias.

“Também é importante ficar de olho nas caçambas que armazenam o lixo na rua para evitar que elas acumulem água”, recomenda.

  1. Cuidado com cacos de vidro no muro

Os cacos de vidro instalados no topo do muro das casas acumulam água e podem se tornar abrigos para o Aedes aegypti. A recomendação da professora é retirá-los totalmente ou encher de areia para diminuir o risco de contaminação.

  1. Deixe o agente sanitário entrar para inspecionar sua casa

Em tempos de desconfiança geral, deixar que uma pessoa que você não conhece entre na sua casa pode parecer estranho, mas os agentes sanitários são uma peça-chave no combate ao mosquito da dengue. Portanto, permitir a entrada destes profissionais de saúde ajuda o morador a tornar a casa mais segura.

  1. Observe os pratos de plantas

Sabe aquele prato que muitas pessoas colocam embaixo do vaso de plantas para a água não vazar na hora de regar? A orientação de Claudia é que ele seja descartado. “O ovo do mosquito costuma ficar grudado neste objeto e ele é desnecessário para a planta ficar viva”, justifica. “Se mesmo assim, vocÊ quiser manter, coloque um pouco de areia”, comenta.

  1. Coloque telas e mosquiteiros

Se for possível, instale telas nas janelas e feche as portas para evitar a entrada dos mosquitos. Use também mosquiteiros nas camas para proteção durante o sono.

  1. Pote de água dos animais de estimação

Limpe regularmente os recipientes de água dos animais de estimação e evite deixar água parada em potes ou bebedouros.

Fonte: imoveis.estadão